Samsung Africa lança as Escolas com Internet Alimentada a Energia Solar


A tecnologia alia-se ao ensino para melhorar o acesso à informação em África.

25 de Outubro de 2011

A Samsung Africa lançou o modelo de Escola com Internet Alimentada a Energia Solar na Academia de Engenharia da Samsung em Boksburg, África do Sul. Uma estreia mundial em termos de sala de aulas exclusivamente alimentada a energia solar, móvel e totalmente independente destinada a aumentar a acessibilidade ao ensino e a conectividade em África. Foi particularmente concebida para utilização em áreas rurais remotas com acesso limitado ou inexistente à electricidade.

O modelo de Escola com Internet Alimentada a Energia Solar aborda um dos maiores desafios económicos de África, a electrificação. Em média, menos de 25% das áreas rurais do continente beneficiam de electricidade, resultando em comunidades isoladas com acesso limitado ao ensino e à conectividade, aspectos essenciais para o bom desenvolvimento de um país. A iniciativa demonstra o investimento da Samsung no programa CSR no continente: um foco substancial no ensino e na promoção do legado de inovação da empresa para dar resposta às necessidades demonstradas pelas pessoas no continente. O lançamento surge na sequência da implementação da gama de produtos "Criados para África (Built for Africa) pela Samsung Africa e da Academia de Engenharia Electrónica da Samsung no início do ano.

"Estabelecemos um objectivo ambicioso para África: ter um impacto positivo sobre 5 milhões de vidas em 2015", declarou KK Park, Presidente do Conselho de Administração da Samsung Electronics Africa. "Acreditamos que o nosso objectivo pode ser alcançado melhor se ligarmos as nossas iniciativas CSR à nossa história e negócios centrais. Com o objectivo de desenvolver os nossos negócios no continente, também sabemos que temos de sustentar o nosso nível de inovação. Isto apenas pode ser alcançado se investirmos no ensino para facilitar a liderança em África e assegurar que temos acesso a um conjunto de engenheiros qualificados no futuro. A Escola com Internet Alimentada a Energia Solar é um excelente exemplo desta estratégia em acção."

Cada Escola com Internet Alimentada a Energia Solar foi construída num contentor de 12 metros de comprimento para facilitar o transporte por camião para áreas remotas. As escolas foram construídas para ambientes onde a energia é escassa e as condições climáticas são rigorosas e para o transporte em longas distâncias. Os painéis solares dobráveis fornecem energia suficiente para alimentar o equipamento na sala de aulas até nove horas por dia e para um dia e meio sem qualquer luz solar. Os próprios painéis solares são fabricados em borracha em vez de vidro para assegurar que são suficientemente resistentes para sobreviver a longas viagens pelo continente.

A sala de aulas pode acomodar confortavelmente 21 alunos e inclui várias camadas de isolamento e um sistema de ventilação, para assegurar a manutenção da temperatura ambiente. Cada sala de aulas possui um quadro electrónico E-board de 50 polegadas e diferentes computadores portáteis e Netbooks Samsung, incluindo os primeiros computadores portáteis alimentados a energia solar do mundo e Galaxy Tablets para a interacção entre alunos e professores, sendo que cada dispositivo está optimizado para utilização num ambiente alimentado a energia solar.

"A quantidade de energia gerada pelas escolas todos os dias significa que as mesmas podem ser utilizadas além do dia escolar tradicional, como centro de ensino para adultos de tarde ou como centro comunitário ao fim-de-semana" acrescentou KK Park. "O nosso objectivo consistia em criar um ambiente que facilitasse a aprendizagem para todas as comunidades em áreas remotas que de outro modo não teriam acesso a ferramentas de ensino ou conectividade de internet.

A escola também está equipada com um frigorífico energeticamente eficiente, um servidor de ficheiros, um router, uma unidade UPS (Uninterrupted Power Supply), uma câmara de vídeo e a primeira câmara wifi do mundo, sendo que todos os dispositivos foram concebidos para comunicar através de 3G. Isto permite que um local central (como por exemplo o Departamento de Educação) monitorize as aulas e transmita conteúdos baseados no programa directamente para os computadores portáteis de alunos e professores.

O servidor contém o programa escolar completo da África do Sul, do nível 0 ao nível 12, permitindo que a escola ensine qualquer matéria ou nível escolar.
No caso improvável de um corte total de energia eléctrica, os professores podem continuar as aulas utilizando um quadro branco normal incorporado e um quadro de escrita a giz. A iluminação LED da Samsung assegura um reduzido consumo de energia, sendo que foi implementado um sistema de diagnóstico remoto de alimentação solar no caso de complicações na alimentação de energia.

Com 21 alunos e um professor, bem como outros membros da comunidade a utilizarem diariamente a sala de aulas, a Samsung instalou o seu sistema de purificação de ar ecológico Virus Doctor para evitar a disseminação de germes na sala de aulas. A tecnologia Samsung Super Plasma ião (SPi) emite iões activos de hidrogénio e oxigénio para o ar, inibindo as infecções por vírus transportados pelo ar e destruindo as bactérias, fungos e alergénios presentes no ar.

O protótipo de Escola com Internet Alimentada a Energia Solar está a ser experimentado na Academia de Engenharia Electrónica da Samsung em Boksburg. Posteriormente, será enviado para Qunu no Cabo Oriental para ser sujeito a mais testes enquanto ambiente de aprendizagem e ensino, com o objectivo de promover a produção das escolas no futuro.

Sobre a Samsung Electronics Co., Ltd.

A Samsung Electronics Co., Ltd. é líder global em tecnologias de semicondutores, telecomunicações, meios digitais e convergência digital, com vendas consolidadas em 2010 de 135,8 mil milhões de dólares. Empregando aproximadamente 190 500 pessoas em 206 escritórios distribuídos por 68 países, a empresa consiste em nove unidades de negócio operadas de forma independente: Visualização, comunicações móveis, sistemas de telecomunicações, equipamentos digitais, soluções de TI, imagem digital, memória, semicondutores, Sistema LSI e LCD. A Samsung Electronics, reconhecida como uma das marcas globais com maior crescimento, é um produtor de TVs digitais, chips semicondutores, telemóveis e LCD TFT líder do mercado. Para obter mais informações, visite www.samsung.com.

A nossa abordagem CSR2.0 consiste em encontrar um equilíbrio entre contribuição social e o alinhamento com as actividades comerciais. O nosso programa CSR2.0 alinha-se com o nosso projecto Samsung Blue Project, cujo objectivo é ser uma empresa na ordem dos 10 mil milhões de USD

Read more

A Samsung cria produtos e programas adequados às necessidades, aos recursos e às condições únicas de África. A Samsung procedeu a uma profunda investigação (I&D) para desenvolver inovações tecnológicas.

Read more

Reconhecemos que as parcerias têm imenso potencial. Por isso, estamos a colaborar com governos e empresas para aumentar o impacto das nossas iniciativas existentes em África.

Read more