Samsung e Comité Olímpico Internacional oferecem kits desportivos a escolas locais no evento dedicado ao Dia Mundial do Refugiado


O evento destaca o papel do desporto no desenvolvimento dos jovens e a necessidade de recursos para alimentar o talento local

25 de Junho de 2012

No Sábado, 23 de Junho, a Samsung e o Comité Olímpico Internacional (COI) doaram 11 kits desportivos ao Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) no Seshego Stadium em Polokwane. O ACNUR recebeu os kits em nome de escolas e organizações comunitárias em Musina, Makhado, Tzaneen, Polokwane e Seshego, sendo que todas estas organizações se dedicam aos refugiados e a crianças e jovens desprotegidos

A entrega dos kits foi conduzida pela MEC para a Segurança e Ligação, Florence Radzilani, em nome do Primeiro-Ministro do Limpopo, Cassel Mathale; Ntutule Tshenye, Responsável pela Relação Empresarial e Governamental e Cidadania Empresarial, Samsung Africa; e Maureen McBrien, Responsável pelo Gabinete da ACNUR em Musina. Hajera Kajee, 1ª Vice-Presidente da Confederação dos Desporto e Comité Olímpico da África do Sul (SASCOC), apresentou o Projecto do kit desportivo ACNUR da Samsung, COI.

O evento, decorrido 34 dias antes do arranque dos Jogos Olímpicos de Londres, serviu para comemorar o Dia Mundial do Refugiado (20 de Junho) e para promover a vontade da Samsung e do COI de impulsionar a coesão intercomunitária entre refugiados e comunidades locais, bem como para ajudar crianças e jovens a desenvolver capacidades de liderança, criação de equipas e construção de comunidades através do desporto.

Maureen McBrien, ACNUR, declarou: "Com mais de 15 milhões de refugiados entre os 42,5 milhões de pessoas deslocadas que se julga existir, compreender como construir equipas, trabalhar em conjunto para apoiar as pessoas em risco e promover a coesão intercomunitária é vital para uma comunidade saudável. O desporto tem o poder de gerar esperança e felicidade nas pessoas, bem como desenvolver capacidades, sendo que as equipas são compostas por pessoas inseridas nas suas próprias comunidades, mas que trabalham em conjunto para terem sucesso."

Três kits desportivos, cada um destinado a 300 crianças, foram entregues aos representantes das escolas, e um quarto kit foi doado à organização "Save the Children" para órfãos e crianças no URC Boys and Women/Girls Shelter em Musina. Foram distribuídos oito kits a organizações baseadas na comunidade e a escolas em Makhado, Tzaneen, Giyani e Polokwane.

A Samsung centra-se no desenvolvimento desportivo como parte da sua vontade de apoiar a realização dos jovens em África. Para permitir que mais atletas Africanos compitam no palco mundial, a empresa patrocina vários eventos desportivos e associações em África, incluindo a Taça das Nações Africanas em Angola, a Federação Internacional de Aletas e o Centro de Desenvolvimento Olímpico para Jovens na Zâmbia.
No entanto, no mundo em desenvolvimento, a Samsung acredita que o apoio a este nível não é suficiente.

"A infeliz realidade é que apesar da paixão pelo desporto sentida pelos jovens em África, a maior parte deles não é capaz de realizar todo o seu potencial", declarou Ntutule Tshenye, Responsável pela Relação Empresarial e Governamental e Cidadania Empresarial, Samsung Africa. "Isto deve-se ao facto de desde muito cedo não disporem dos recursos necessários para desenvolver os seus talentos naturais. É necessário realizar intervenções ao nível da raiz do desenvolvimento desportivo, oferecendo às crianças o equipamento desportivo necessário em idade escolar. Ao chegar às escolas, também estamos a incentivar a participação desportiva e o desenvolvimento de "corpos sãos e mentes sãs".

Serão partilhados três kits desportivos em oito escolas de Musina: As escolas Messina Primary School, Gateway Primary School, Beit Bridge Primary, Martin De Pores, Kareberg Primary, Rixile Primary, Musina High e Eric Louw. A organização sedeada em Musina, "Save the Children", utilizará o kit em programas para crianças nacionais e estrangeiras desprotegidas e orfãs sem-abrigo ou que vivem em instituições. As escolas e organizações baseadas na comunidade em Makhado, Giyani, Tzaneen e Polokwane também receberam kits.

O donativo da Samsung faz parte do seu objectivo mais amplo de cidadania empresarial, no sentido de ter um impacto positivo sobre as comunidades onde vivem os consumidores e ter um impacto directo sobre 5 milhões de pessoas em África até 2015.

Nos próximos dois anos, a Samsung e o COI, em conjunto com o ACNUR, identificarão 20 países em todo o mundo que receberão donativos de equipamento desportivo. Em 2012, estabeleceram-se cinco países, incluindo a África do Sul, como prioritários.

Sobre a Samsung Electronics Co., Ltd.

A Samsung Electronics Co., Ltd. é líder global em tecnologias de semicondutores, telecomunicações, meios digitais e convergência digital, com vendas consolidadas em 2010 de 135,8 mil milhões de dólares. Empregando aproximadamente 190 500 pessoas em 206 escritórios distribuídos por 68 países, a empresa consiste em nove unidades de negócio operadas de forma independente: Visualização, comunicações móveis, sistemas de telecomunicações, equipamentos digitais, soluções de TI, imagem digital, memória, semicondutores, Sistema LSI e LCD. A Samsung Electronics, reconhecida como uma das marcas globais com maior crescimento, é um produtor de TVs digitais, chips semicondutores, telemóveis e LCD TFT líder do mercado. Para obter mais informações, visite www.samsung.com.

A nossa abordagem CSR2.0 consiste em encontrar um equilíbrio entre contribuição social e o alinhamento com as actividades comerciais. O nosso programa CSR2.0 alinha-se com o nosso projecto Samsung Blue Project, cujo objectivo é ser uma empresa na ordem dos 10 mil milhões de USD

Read more

A Samsung cria produtos e programas adequados às necessidades, aos recursos e às condições únicas de África. A Samsung procedeu a uma profunda investigação (I&D) para desenvolver inovações tecnológicas.

Read more

Reconhecemos que as parcerias têm imenso potencial. Por isso, estamos a colaborar com governos e empresas para aumentar o impacto das nossas iniciativas existentes em África.

Read more