Como improvisar na cozinha

Oct 07, 2011

Para os cozinheiros mais inexperientes, a improvisação pode parecer tão misteriosa quanto aliciante, mas os cozinheiros domésticos mais confiantes dominaram algumas técnicas simples que fazem com que pareçam profissionais. A improvisação está no centro do repertório de qualquer bom chefe. Tudo o que precisa de saber sobre a improvisação na cozinha consiste em técnicas simples para transformar ingredientes básicos numa refeição agradável.

By Publicado em: 16 de Setembro de 2010

O molho vinagreta normal, por exemplo, consiste essencialmente numa parte de vinagre para três partes de óleo, misturados com ervas aromáticas e especiarias. Para além disso, se adicionar chalotas picadas, salsa, azeite e mostarda de Dijon, obtém um molho tradicional para vegetais diversos.

Se improvisar um pouco com estas misturas, obtém excelentes marinadas. Para um prato principal suculento, experimente mergulhar os peitos ou as coxas de frango numa das marinadas durante algumas horas e depois asse-os a 200 ºC até que estejam bem cozinhados. Para criar um acompanhamento, verta a vinagreta sobre batatas cortadas aos pedaços levemente cozidas e asse-as à mesma temperatura até que estejam douradas e estaladiças. Em alternativa, verta a vinagreta sobre vegetais frescos, tais como espargos ou feijão verde, e deixe assar durante 20 minutos.

Pode sempre criar sabores novos e interessantes realizando experiências com os principais componentes de um molho vinagreta. Experimente usar vinagre balsâmico para dar brilho a peixe cozido a vapor grelhado. Para fazer uma salada de couve, adicione uma colher de sopa de açúcar e misture com couve e cenoura ralada. Dê largas à criatividade, não há que enganar.

As receitas rápidas de massa funcionam de forma muito semelhante. Se tiver alguns elementos básicos na cozinha, tais como azeite, limão e um pedaço de queijo para gratinar, como por exemplo Parmesão, e ficará surpreendido com o que pode criar.

O truque reside parcialmente na água. Se estiver a preparar cerca de 450 g de massa, ferva-a em cerca de cinco litros de água com sal e uma ou duas colheres de sopa de azeite. Antes de a massa estar al dente, retire alguma água da cozedura e guarde-a. Escorra a massa, volte a colocá-la na panela, esprema o sumo de um limão e verta-o sobre a massa juntamente com queijo Parmesão ralado.

Enquanto mexe cuidadosamente a massa, vá adicionando aos poucos a água da cozedura e verá que o calor residual da massa em conjunto com a água da cozedura, derretem o queijo e começam a formar um molho rico. Quando o molho tiver a consistência pretendida, menos água para um molho mais espesso, mais água para um molho mais líquido, prove-o e tempere com sal e pimenta.

Para criar um molho mais substancial, adicione uma lata de feijões cannellini escorridos e lavados e uma lata de atum em azeite escorrido, obtendo assim um prato de inspiração mediterrânica rápido e saboroso. Adicione algumas raspas de malagueta para um toque especial e se ficar suficientemente picante, pode quase considerar-se Siciliano honorário.