Bem estar

Três formas de os pais
reforçarem a segurança digital da família
Segurança digital

Proteja todos os membros da família com este plano de segurança digital.

Pai e filho deitados na cama de barriga para baixo, enquanto o pai segura um smartphone cinzento-escuro no modo de paisagem. Tanto o pai como o filho sorriem, enquanto olham fixamente para o ecrã do telefone, como se estivessem a ver um programa de TV na sala. Pai e filho deitados na cama de barriga para baixo, enquanto o pai segura um smartphone cinzento-escuro no modo de paisagem. Tanto o pai como o filho sorriem, enquanto olham fixamente para o ecrã do telefone, como se estivessem a ver um programa de TV na sala.

Os pais são protectores – e têm razões para isso. As crianças colocam-se mais facilmente em perigo do que os atletas dos desportos mais radicais. Enquanto protegem os filhos contra todos esses arranhões, nódoas negras e situações piores, os pais esquecem uma outra ameaça menos visível: a Internet. A Internet facilita a vida de muitas maneiras, é evidente – mas também pode tornar a sua família vulnerável. Por outras palavras, a segurança digital é tão importante como o capacete de ciclismo ou as cotoveleiras.

Há uma boa notícia: é relativamente simples implementar medidas de protecção. Para manter as informações privadas da família longe de pessoas mal intencionadas, é necessário solucionar possíveis vulnerabilidades no que se refere às suas informações pessoais e privadas. Comece pelas três principais medidas: controlo parental, palavras-passe e aplicações. Reforçando as suas defesas online e offline conseguirá manter todos os membros da sua família digitalmente seguros.

Duas mulheres sorriem, sentadas num sofá. A da esquerda tem o braço esquerdo dobrado, apoiando a cabeça. Ambas olham para uma mulher mais jovem, que está deitada no colo das primeiras e segura um smartphone preto. Duas mulheres sorriem, sentadas num sofá. A da esquerda tem o braço esquerdo dobrado, apoiando a cabeça. Ambas olham para uma mulher mais jovem, que está deitada no colo das primeiras e segura um smartphone preto.
1

O controlo parental é a primeira linha de defesa da segurança digital de uma família

Há muito que fazer no que se refere à protecção da sua família quando está online. Os pais têm de ter atenção às suas próprias falhas de segurança, com certeza, mas também têm de supervisionar o uso da Internet pelos seus filhos. Acompanhar o tempo que passam diante dos ecrãs, o acesso à Internet, conteúdo inapropriado para a idade – sem esquecer as interacções sociais problemáticas em conversas (ser intimidado ou intimidar) – não é pouco.

É aqui que o controlo parental entra em cena. Com aplicações como Controlo Parental Boomerang, desenvolvida por Samsung Knox, os pais conseguem estar digitalmente próximos dos filhos – verificando chamadas, acompanhando deslocações e vigiando mensagens inapropriadas – sem ter de questioná-los constantemente. Mas não basta colocar as aplicações em funcionamento e esquecer o assunto. Os pais devem ter uma participação activa na aprovação das aplicações transferidas pelos filhos e vigiar o que eles fazem diante dos ecrãs (o tempo gasto e os locais utilizados para isso). Além disso, também é importante complementar o controlo parental online com conversas presenciais. Pergunte às crianças como é a experiência delas na Internet, incluindo o que há lá de bom e que áreas consideram problemáticas. Afinal, uma comunicação robusta é sempre o controlo parental mais eficaz e completo.

Homem sentado num sofá diante de uma janela ampla. Segura uma caneca junto ao rosto, como se estivesse prestes a tomar um trago, e mexe no seu smartphone com a outra mão. Homem sentado num sofá diante de uma janela ampla. Segura uma caneca junto ao rosto, como se estivesse prestes a tomar um trago, e mexe no seu smartphone com a outra mão.
2

A segurança digital de todas as suas contas depende de uma palavra-passe forte

A maioria dos pais faz malabarismos com uma infinidade de contas – por exemplo, planeando o futuro da família com contas de poupança e reforma ou usando portais de apoio escolar e recebendo boletins informativos sobre parentalidade. Duas coisas são fundamentais para manter o controlo da privacidade de todas essas contas: um nome de utilizador e uma palavra-passe. É aqui que a segurança começa.

O passo mais importante é escolher palavras-passe fortes (com números, letras maiúsculas e minúsculas, além de símbolos) e usar palavras-passe diferentes para cada conta. Para controlar tudo isto é necessário um gestor de palavras-passe, que armazena todos os nossos nomes de utilizador e palavras-passe num só local e nos lembra de alterar as palavras-passe regularmente. As aplicações até sugerem sequências de letras, símbolos e números que nunca imaginaríamos – tudo em prol da segurança. E quando usamos aplicações de gestão de palavras-passe ou iniciamos sessão numa das nossas contas, é importante fazê-lo num dispositivo também protegido. O Smartphone Galaxy A50 protegido com Knox disponibiliza funcionalidades de segurança como acompanhamento de autorizações de aplicações e criptografia de dados que não estão a ser utilizados – funcionalidades essas que cumprem os requisitos dos militares e do governo dos EUA.

Uma jovem de suéter rosa segura um telefone Galaxy preto no modo retrato com as duas mãos. Sorri enquanto olha para o ecrã como se estivesse a ver um concerto. Uma jovem de suéter rosa segura um telefone Galaxy preto no modo retrato com as duas mãos. Sorri enquanto olha para o ecrã como se estivesse a ver um concerto.
Ícone branco da aplicação de protecção Samsung Knox em fundo azul escuro Ícone branco da aplicação de protecção Samsung Knox em fundo azul escuro
Manter as aplicações sob controlo
O Galaxy S20, protegido por Samsung Knox, dispõe de segurança de isolamento de aplicações para impedir que aplicações não autorizadas – como aquelas que os seus filhos possam transferir – acedam a dados não autorizados. *
3

Proteger os seus filhos significa ter atenção ao phishing

Especialmente no caso das crianças, a Internet permite aprender sobre qualquer assunto instantaneamente. Mas toda essa conectividade tem uma possível desvantagem: pessoas mal-intencionadas podem servir-se de phishing para tirarem proveito de qualquer aplicação, jogo ou sítio Web que o seu filho use ou visite regularmente. Imaginemos que o seu filho vê um “anúncio pop-up” que promete camisolas gratuitas ou fichas de jogo que o convence a revelar as suas palavras-passe. Um phisher pode assumir o controlo da conta dele, obtendo acesso total às informações pessoais do seu filho, a qualquer cartão de crédito associado à conta e a qualquer outro dado privado que ele (ou os pais dele) tenham fornecido. Escusado será dizer que a camisola gratuita nunca chega.

Para evitar isso, os pais têm de actualizar os protocolos de protecção dos tablets e telefones usados pelos filhos. Além de ter o controlo parental instalado e medidas de privacidade implementadas, é importante conversar com os seus filhos sobre como manter a segurança na Internet e ter essas conversas cedo e frequentemente. Certifique-se de que eles sabem o que nunca devem partilhar com um estranho – o endereço, o nome completo, os nomes dos seus familiares – e que estão conscientes de que devem informar um adulto (ou seja, os pais) se alguém lhes pedir tais informações.

* A disponibilidade dos recursos varia de acordo com a operadora e o país.

A segurança digital para pais começa aqui

A protecção online de uma família começa com dispositivos inteligentes e seguros.

Leia estas histórias a seguir