Saúde

O primeiro celular das crianças:
quatro regras que os pais devem seguir

Como manter as crianças seguras dos perigos on-line (e criar confiança durante o processo).

Um desenho de um menino segurando seu smartphone enquanto sua mãe e seu pai parecem estar acenando e monitorando sua atividade com uma lente de aumento e binóculos. Um desenho de um menino segurando seu smartphone enquanto sua mãe e seu pai parecem estar acenando e monitorando sua atividade com uma lente de aumento e binóculos.

O primeiro celular do seu filho é uma ocasião importante. Para as crianças, ele abre um novo mundo de conexões diretas com amigos, socialização com pessoas com ideias semelhantes e estudo em seu próprio dispositivo. Para você, ele abre portas para novas preocupações como: tempo excessivo na frente da tela, uso inapropriado de mídias sociais e bem-estar digital geral. Ainda bem que existe um meio-termo. Com as orientações certas, os pais podem ensinar bons hábitos digitais e proteger seus filhos contra a maioria dos perigos on-line, enquanto criam uma relação de confiança. Veja as orientações a seguir.

Um pai usando as mãos para se comunicar com sua filha enquanto se sentam em um sofá cinza. Um pai usando as mãos para se comunicar com sua filha enquanto se sentam em um sofá cinza.
1

Defina regras básicas

Hábitos on-line saudáveis devem começar muito antes de dar o primeiro smartphone. Converse com seus filhos sobre o uso responsável da internet desde cedo e com frequência, começando uma conversa contínua enquanto são pequenos e usam a internet pela primeira vez. Um contrato familiar de internet que define regras de comportamento para todos da casa é uma forma eficaz de torná-la explícita. Discuta as regras em família, escreva-as e peça que todos assinem o acordo. Isso ajudará seus filhos a se sentirem mais responsáveis e aumentará as chances de eles seguirem as regras.

Um menino olhando para baixo e navegando em um tablet preto enquanto ele se senta sobre uma mesa em uma garagem. Um menino olhando para baixo e navegando em um tablet preto enquanto ele se senta sobre uma mesa em uma garagem.
2

Pense em uma mistura de software e hardware

A forma mais fácil de acompanhar o comportamento digital das crianças é com softwares que ajudam a gerenciar quais conteúdos as crianças têm acesso e o quanto você acompanha das atividades delas. Lembre-se de verificar se o aplicativo é protegido por senha e/ou pode ser controlado por outro dispositivo - o que pode dificultar que elas o contornem. Instalar controles parentais diretamente no hardware é uma medida infalível de filtrar conteúdos impróprios, mas isso também pode ser bastante invasivo, porque esses controles de hardware leem o histórico de internet de qualquer um que se conectar à rede. É por isso que a melhor estratégia para muitos pais envolve uma combinação de controles de software e de hardware. Você sempre pode começar supervisionando com um aplicativo e avaliar se outras restrições são necessárias antes de chegar ao hardware.

Prático e confiável

Antes de escolher um sistema de controle parental, comece com um dispositivo que foi projetado para manter você e sua família seguros. Um celular como o Galaxy A51 tem segurança construída em cada aspecto do seu design, com proteção de hardware e software para dados privados e sistema de segurança Knox. Além disso, com a bateria duradoura e uma tela de 6,7 polegadas, seus filhos podem navegar com segurança sem precisar recarregar frequentemente.

Um menino segurando e olhando para um smartphone Galaxy preto. Ele está sentado em sua cama no quarto. Um menino segurando e olhando para um smartphone Galaxy preto. Ele está sentado em sua cama no quarto.
Logotipo de um escudo que representa o Samsung Knox Logotipo de um escudo que representa o Samsung Knox
Proteção Knox
Adicione outra camada de segurança para as atividades de seus filhos na internet com um dispositivo que suporte o Knox.
3

Personalize o acesso para seus filhos

A melhor abordagem varia de acordo com a família. Por exemplo: se seus filhos tiverem dificuldades com o tempo na frente da tela e não possuem ainda o autocontrole, você pode comparar diferentes aplicativos de controle parental que podem incentivá-lo a descansar longe das telas. Já para crianças pequenas, ativar uma pesquisa segura e bloquear sites inapropriados em todos os dispositivos compartilhados é essencial para protegê-las de temas e assuntos problemáticos. Quando seus filhos estiverem grandes o suficiente para as mídias sociais, fique à vontade para ampliar os privilégios on-line de forma apropriada.

Um pai e sua filha estão sentados lado a lado na frente de um sofá preto. O pai observa enquanto sua filha usa o tablet Galaxy cinza. Um pai e sua filha estão sentados lado a lado na frente de um sofá preto. O pai observa enquanto sua filha usa o tablet Galaxy cinza.
4

Seja um participante ativo

Como em todos os aspectos da criação dos filhos, o envolvimento dos pais é essencial. Quando se trata de educação on-line, você não pode deixar que o software faça seu trabalho sozinho. No fim, o segredo de controles eficazes está na regra básica de qualquer relação: prestar atenção e manter um diálogo aberto.

Proteja a segurança dos seus filhos contra o futuro

Ajude seus filhos a navegar pelos perigos da internet com dispositivos confiáveis.

Leia estas histórias a seguir